Conheça 5 práticas de relacionamento com clientes para aplicar com seus parceiros de negócio

caderno-escrito-construindo-relacao-com-clientes

O sucesso de uma empresa B2B depende, em grande parte, do bom relacionamento com seus clientes e parceiros, especialmente para aquelas de pequeno porte ou em estágio inicial de atuação no mercado.

A importância de ter um serviço excepcional ao cliente é fundamental para quem se dispõe a trabalhar diretamente com outra empresa. É por esse motivo que, antes de se considerar um mero fornecedor de determinado produto ou serviço, procure considerar-se um bom parceiro, e faça jus a esse título.

Em essência, é bastante viável dizer que se sua empresa souber se diferenciar da concorrência por meio de boas e fortes estratégias de relacionamento com clientes – e também se ela souber deixá-los satisfeitos por meio de sua reputação, é claro – será muito mais fácil fazer com que esses parceiros continuem estreitando relacionamentos com você, independente da época.

Como a arte de relacionamento com clientes pode ser bem-sucedida no B2B?

Ganhar novos clientes para o seu negócio é muito bom, disso sabemos. Mas retê-los é que pode ser um desafio. Se você não for cuidadoso, é possível que todo o dinheiro e esforço aplicados para atrair aquele cliente seja descartado.

Por isso é tão importante desenvolver boas relações comerciais com seus parceiros. Para facilitar esse processo, você pode criar um plano de relacionamento, utilizando bons sistemas de automação. O trabalho de elaborar uma boa gestão de relacionamento fará com que sua empresa possa não só estabelecer negócios de sucesso, mas também fazer com que eles perdurem, criando uma situação vantajosa para ambos os lados.

Afinal, se o cliente se sente encantado com a forma como é tratado pela sua empresa, ele terá menos motivos para buscar soluções nos concorrentes. Então, aposte nisso!

Tenha em mente que isso não é muito diferente de um relacionamento romântico de sucesso, pois esse tipo de parceria entre empresas exige um esforço genuíno de você e também do seu parceiro de negócio. É por esse motivo que separamos 7 boas práticas para ajudar você a gerenciar melhor o relacionamento com os parceiros da sua empresa.

Vamos lá?

1 – Comece envolvendo seu parceiro no processo de definição das metas

O compromisso desse relacionamento deve ser imediatamente evidente durante o processo de definição de metas. Aqui é preciso destacar com clareza quais são os objetivos da sua empresa e do seu parceiro e traçar um plano para que juntos possam atingi-los.

A importância de estabelecer metas colaborativas é perfeitamente destacada no campo da medicina, inclusive. Curioso, não é mesmo? Esse processo tem sido repetidamente associado à busca de melhores resultados, como um componente a mais no cuidado de alta qualidade por parte de toda uma equipe.

Para clarear ainda mais o que desejamos exemplificar, veja da seguinte maneira:

Um grupo de médicos descreveram as “colaborações bem-sucedidas” como um relacionamento atencioso em que pacientes e profissionais de saúde:

  1. Escutam e aprendem uns com os outros
  2. Compartilham ideias;
  3. Concordam com um objetivo mensurável;
  4. E realizam em conjunto o objetivo”.

Esse comportamento soa familiar para você? É dessa mesma forma que você e seus parceiros de negócios devem estabelecer suas metas em conjunto. O importante aqui é entender que quando ambas as partes estão ativamente engajadas no processo de definição de metas, é mais fácil alcançarem resultados muito melhores e que realmente estejam adaptados às necessidades das empresas.

2 – Evite ao máximo deixar o seu parceiro de negócio esperando

Os relacionamentos com clientes envolvem uma comunicação proativa, principalmente quando se trata de um relacionamento comercial, como é o caso. Então, tome a iniciativa e deixe tudo claro com o seu parceiro.

Não espere que eles enviem e-mails e mais e-mail solicitando sua ajuda e tendo que esperar vários dias por uma resposta. Esse tipo de ruptura na comunicação costuma fazer com que a outra parte sinta que você não se importa com as necessidades e dúvidas dela. Além disso, mal entendidos podem surgir e até mesmo ressentimentos, levando a uma quebra contratual e à perda de um bom parceiro de negócio.

Então, por que não ser proativo? Entre em contato com seu parceiro e mantenha-o atualizado sobre seu progresso e procure sanar todas as dúvidas que ele tiver com relação ao processo. Fazendo isso, em essência, você mantém a boa impressão, evitando que eles precisem solicitar atualizações ou informações a todo momento.

Sendo assim, vale se perguntar: o que posso fazer para me tornar mais disponível para meus clientes?

Atitudes simples podem gerar grandes resultados. Ofereça ferramentas como o Slack ou Trello, que são ótimas maneiras de manter contato em tempo real e gerenciar projetos juntos. A utilização de ferramentas como essas acabam criando oportunidades para você levantar possíveis dúvidas antes mesmo que seu parceiro precise perguntar.

3 – Procure sanar as necessidades do seu parceiro antes que eles saibam que elas existem

Independente de qual seja o seu negócio B2B, é de extrema importância deixar claro para seus clientes quando você percebe certos pontos no processo de gestão que precisam de melhorias, a fim de ajudá-lo a atingir objetivos e metas de forma certeira.

O problema é que nem sempre eles sabem o que precisam e às vezes “lutam” contra algo, mesmo sem terem identificado o real motivo pelo qual seus esforços não estão sendo suficientes para atingir as metas. É por esse motivo que, quando você se coloca no lugar do parceiro e procura resolver problemas antes que eles surjam, a confiança que vocês constroem faz com que os dois entreguem melhores resultados.

Mais uma vez, você precisa ser proativo!

Se você identificou que ele poderia estar fazendo algo melhor, tome a iniciativa e apresente uma solução. E mais, se você é capaz de contribuir com seu parceiro, tenha prazer ao demonstrar suas competências e dedicação.

4 – Nesse processo não há lugar para mesquinharia

Seja no namoro ou nos negócios, a mesquinhez nunca é uma boa prática. Um cliente pode não ser o tipo de pessoa com quem você gostaria de sair nos fins de semana, mas isso não significa que deva ignorar suas ligações para só lhe dar atenção no próximo dia útil. Tenha em mente que esse tipo de comportamento só prejudicará a relação entre vocês, dificultando a sua próxima busca por um novo parceiro que supra a demanda necessária.

Não importa se você oferece ótimos resultados e um trabalho excepcional de parceria. Trate seus clientes com respeito e não fique preso a coisas triviais, ou então eles podem simplesmente não querer estreitar relações a médio e longo prazo.

5 – Seja transparente, mesmo em situações que pedem um pouco mais de discrição

Todos cometemos erros e, principalmente no mundo empresarial, se você não erra é porque nunca saiu do lugar. Por mais que você se esforce, também é possível que não consiga alcançar as metas colaborativas que traçou com seu parceiro. Algumas empresas até acham tentador “cobrir” pequenas imperfeições com medo de perder o parceiro, que realiza um bom trabalho. O problema é que, quando você escolhe ser desonesto, os resultados podem ser muito piores.

Ninguém quer trabalhar com uma empresa que esconde a verdade, não é mesmo?

É por esse motivo que recomendamos a você que seja sempre sincero e honesto com seus parceiros, pois isso despertará neles a vontade de estar no mesmo barco que você e sua empresa, e todos trabalhando para sempre alcançarem resultados positivos. Um relacionamento duradouro requer tempo e esforços significativos – tanto para quem procura um relacionamento estável, quanto para empresas que tentam encontrar parceiros de qualidade.

É evidente que as dicas mencionadas acima até podem não ser as primeiras coisas que vêm à mente quando você pensa no gerenciamento e estratégias de relacionamento com clientes e parceiros da sua empresa, mas sabemos que podem fazer toda a diferença na longevidade de um “casamento” duradouro e saudável.

Gostou das dicas?

Compartilhe com a gente o que você acha sobre a relação da sua empresa com os parceiros e clientes que atendem, no campo de comentários abaixo!

COMPARTILHAR:

COMENTÁRIOS:

Deixe o seu comentário!