Entenda em 10 passos como fazer plano de marketing para empresas

como-fazer-plano-de-marketing-para-empresas

Muitos empresários e donos de pequenos negócios costumam não entender como o plano de marketing é importante para o bom desenvolvimento da empresa. Ao contrário de um plano de negócios, o plano de marketing se concentra em conquistar e manter clientes; além de ser estratégico, ele também inclui números, fatos e objetivos a serem alcançados.

Um bom plano de marketing detalha todas as ferramentas e táticas que você usará para atingir suas metas de vendas. Ele é o seu plano de ação para entender o que você vai vender, quem é o seu público-alvo e os meios que você utilizará para gerar oportunidades que resultem em vendas.

Alcançar o sucesso no seu negócio dependerá diretamente do plano de marketing, pois ele evidenciará suas reais estratégias e, dependendo das necessidades, esse plano poderá ser reestruturado com o passar dos meses. Por essa razão, criamos um pequeno guia com 10 passos para que você possa entender como desenvolver um bom plano de marketing.

A menos que você esteja usando esse plano para obter algum tipo de ajuda ou investimentos externos a favor do seu negócio, ele não precisará ser longo e nem muito detalhado. Por isso, é muito importante separar os principais assuntos por tópicos e ir direto ao ponto.

Vamos lá?

Faça uma análise aprofundada do seu negócio

Faça uma análise de pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças (a famosa análise SWOT), pois isso fornecerá uma visão instantânea das situações que você enfrenta ao comercializar os produtos e serviços da sua empresa.

Pense nos pontos fortes como aqueles que tornam sua empresa única, enquanto os fracos são aqueles que precisam de melhorias. Já a economia, seus concorrentes, novas tecnologias e outros fatores externos contribuem para suas oportunidades e ameaças. Ao fazer essa análise, você terá a oportunidade de melhorar suas estratégias de marketing, superando desafios que podem ou não estar sob seu controle.

Outra tarefa importante é definir personas de clientes para ajudar a descobrir quem são seus clientes ideais. Não há dúvidas de que a criação dessas personas ajudará nessa análise. Isso nada mais é do que traçar o perfil do cliente ideal e que compraria de você.

Estabeleça as metas e objetivos para o seu plano de marketing

Uma etapa importante, antes mesmo da criação do plano, é definir qual será o propósito dele. Esse propósito é baseado nos objetivos de longo prazo que guiam todos os esforços que virão a seguir.

Uma vez estabelecidas as metas de médio e longo prazo, divida-as em objetivos específicos. Os objetivos precisam ser mensuráveis ao longo de um determinado período de tempo.

Por exemplo, seu objetivo pode ser estabelecer uma estratégia de marketing digital e social media e, enquanto isso, um objetivo específico poderia ser ganhar 100 seguidores em alguma rede social durante seu primeiro mês de atuação na plataforma.

Viva e coloque em prática a missão da sua empresa no planejamento

Certamente sua empresa tem um conjunto de valores que a orienta em todas as práticas de mercado. Esses valores são responsáveis por descrever aquilo que você espera que o público absorva e é como se fosse a essência da sua empresa. Apenas certifique-se de que essa mensagem reflita honestamente sua marca, para que assim você possa demonstrar ativamente seus valores por meio dos canais de comunicação que pretende utilizar.

Agora é hora de delinear suas táticas

Para ser bem-sucedido, um plano de marketing precisa ser composto de diferentes táticas, e às vezes englobar diferentes cenários on-line e off-line. Seus objetivos e o público-alvo da sua empresa contribuem bastante para decidir quais escolher.

Por exemplo, caso seu público-alvo seja jovem, o foco nas mídias sociais será uma prioridade, pois esse é o lugar onde os jovens consomem mais conteúdo. Se sua empresa vende produtos como joias, por exemplo, uma plataforma mais visual deixaria seus produtos em evidência, como um e-commerce.

 Para ser mais eficaz, é importante escolher quais desses métodos são os ideias para o seu negócio. Depois de selecionadas as táticas, crie uma lista dentro do seu planejamento de marketing e defina como cada uma delas ajudará você e sua equipe a atingirem as metas definidas.

Defina quais são os melhores canais de comunicação para trabalhar

Agora é a hora de incluir no plano de marketing uma lista dos canais de marketing que você e sua equipe acreditam ser o certo continuar trabalhando ou os novos canais que precisam ser explorados.

Embora sua empresa possa vender ou promover produtos usando publicidades já pré-definidas, os canais de marketing serão as plataformas onde sua equipe publicará conteúdos relevantes a fim de instruir e encantar possíveis compradores, gerar leads e trabalhar o branding da sua empresa.

Use a seção “canais de marketing” do seu plano para definir em quais redes sociais você deseja iniciar um perfil empresarial e também deixe claro para que você usará essa rede e como avaliará o crescimento e o sucesso dela com o passar do tempo. Parte do propósito disso é provar a algum superior ou à sua equipe que esses canais servirão como fiéis aliados no crescimento dos negócios.

À medida que você acompanha o crescimento nos canais de mídias sociais, será possível fazer até mesmo como empresas de médio e grande porte, que costumam elaborar estratégias digitais em um plano focado apenas no ambiente on-line.

Desenhe uma linha do tempo em seu planejamento e tente segui-la à risca

Seu tempo e o de sua equipe são preciosos, especialmente quando falamos na execução do plano de marketing. Por isso, com base nas metas e objetivos traçados, desenhe uma linha do tempo a fim de determinar o que será concluído e quando será concluído. Lembre-se de reservar algum tempo para situações inesperadas e que podem atrasar um pouco alguns dos objetivos traçados.

Um bom software de gerenciamento de projetos será de grande ajuda na hora de criar essa linha, nós indicamos o Wrike, que é um programa que permite programar projetos ou qualquer outro tipo de documento em formato de linha do tempo.

Não se esqueça de ficar de olho no orçamento, hein?

Criar um plano financeiro para suas estratégias de marketing deixará seus investimentos muito mais claros, e também ajudará a determinar o que você pode ou não pode investir.

Se você for dono ou gestor de uma pequena empresa, a escolha de verbas mais econômicas poderá garantir crescimento gradativo, mas não fique preso à ideia de que investir pouco é o ideal, apenas comece e avalie o resultado. Se tudo der certo a partir das estratégias adotadas no plano de marketing, aumente a verba proporcionalmente.

Como praticamente todas as empresas estão presentes nas redes sociais, e você também não vai querer ficar de fora, é recomendado investir nas publicidades provenientes dessas mídias, como patrocínio de posts, anúncios e também os mecanismos de pesquisa. Isso permite que você e sua equipe definam os valores de investimento proporcionalmente; levando em consideração o número de pessoas que desejam atingir com cada uma.

É hora de dividir as tarefas e alçar voos 

Após a elaboração do cronograma para criação e distribuição de todos os materiais que envolvem o marketing da sua empresa, é hora de atribuir tarefas aos membros da sua equipe.

No caso de pequenas empresas, é possível que ainda não haja um time de profissionais para colocar o planejamento de marketing em ação, mas muitas delas acabam optando por contratar uma agência de marketing para fazer esse trabalho.

Entretanto, isso será uma questão que precisa ser avaliada por você, pois o tamanho e as qualificações da sua equipe determinarão se realmente existe essa necessidade.

Não deixe de monitorar nenhuma das ações praticadas on-line

Viu só como não é tão difícil entender como fazer plano de marketing para empresas? Mas ainda existe um pequeno detalhe, porém de grande prioridade, para que tudo corra bem: o monitoramento. Monitorar a fim de medir a eficácia de suas estratégias de marketing abrirá um leque de possibilidades para você entender como anda o cenário e traçar metas estratégicas para o futuro.

Assim, você e sua equipe também ficarão cientes do que funcionou e do que não funcionou. Por isso, nunca deixe de monitorar o site da empresa, as mídias sociais em que ela atua, além de toda a parte de investimento em marketing que foi aplicado no período.

Para ajudá-lo nessa questão existem muitas tecnologias para pequenas empresas evoluírem mais rápido, sendo muitas delas disponíveis gratuitamente ou com planos empresariais que podem ser ideais para você. Apenas certifique-se de acompanhar os dados relevantes, a fim de avaliar se as medidas tomadas por você e pela sua equipe foram realmente eficazes nesse caminho.

Mantenha-se atualizado e motive sua equipe

É importante ficar ciente que seus objetivos de marketing podem mudar constantemente no meio desse processo; e isso é muito bom. O ideal mesmo é revisar seu plano de marketing uma vez ao ano e fazer os ajustes levando em conta as prioridades e as projeções para o próximo ano.

Não se esqueça de elaborar o plano seguinte evidenciando o crescimento das métricas do ano anterior, para que assim você possa, de seis em seis meses ou, anualmente, gerar relatórios de desempenho comparativos.

Dica: Enquanto isso, acompanhe todas as novidades do setor de atuação da sua empresa e as tendências que irão surgir, pois elas serão de grande ajuda para ações futuras.

Agora que você já sabe como fazer plano de marketing para empresas e também sabe que ele mantém seus objetivos de negócios organizados, economizando tempo, aproveite os benefícios para mantê-lo sempre atualizado e alinhado com novas e boas projeções para o futuro.

Gostou das dicas e quer contribuir com sua opinião a respeito desse tipo de planejamento?

Comente no campo abaixo!

COMPARTILHAR:

COMENTÁRIOS:

Deixe o seu comentário!