Como planejar a abertura do seu e-commerce | Blog ACMinas

Como planejar a abertura do seu e-commerce

O e-commerce brasileiro é uma área de investimento em franca expansão, com crescimento no ano de 2017 em datas importantes, como o aumento de 5,1% das vendas no dia dos namorados e 10,3% na Black Friday. Destaca-se também a expansão do número de compras feitas via mobile, que tendem a aumentar ainda mais em 2018.

Entre os motivos para o ‘boom’ do e-commerce estão a comodidade para o cliente em comprar e receber o produto sem sair de casa e os preços recorrentemente mais baixos. Isso ocorre geralmente pela não existência de um ponto de vendas e os encargos relativos, com a possibilidade de empreender individualmente, operando por vezes da própria casa.

O cenário positivo do mercado virtual atrai muita gente, especialmente em épocas de recessão com altas taxas de desemprego. Abrir seu negócio na Internet pode surgir como solução ao desemprego para muitos brasileiros.

Por isso, muitas lojas virtuais são abertas todos os dias e a maioria delas termina engrossando a estatística dos 53% das micro e pequenas empresas brasileiras que fecham as portas antes de completarem seu terceiro ano de existência.

Embora não existam dados precisos para a quantidade de negócios virtuais que fracassam rapidamente no Brasil, os números são certamente tão altos quanto o número geral.

A própria facilidade na abertura do e-commerce acaba propulsionando esses números, já que muitos micro investidores resolvem simplesmente comprar um domínio de Internet, utilizar uma loja virtual pré-fabricada e começar a tentar vender os seus produtos sem qualquer planejamento ou modelo de negócios.

O despreparo é a principal razão do fracasso da maioria dos projeto de comércio virtual, juntamente com o desconhecimento a respeito do ambiente de comércio digital. Alguns fatores de muita importância são esquecidos e vamos abordá-los abaixo.

Ausência do plano de negócios

Uma análise aprofundada do seu negócio é necessária para implementar uma operação eficiente. O que você vai oferecer de valor para o cliente e como vai fazê-lo? Como você vai atingir seu público? Qual o seu plano de divulgação do seu e-commerce? A maioria dos empreendedores virtuais não sabe responder a essas perguntas quando estão iniciando seus negócios.

A análise SWOT, ou FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas, Ameaças), é um método de análise imprescindível para ser aplicada na hora do planejamento do seu empreendimento na web.

O método é negligenciado pela maioria dos empreendedores. Por isso, vamos apresentá-lo para te ajudar no momento da criação do seu e-commerce ou qualquer outro negócio.

como planejar seu e-commerce

Como funciona o SWOT

No comércio virtual, vamos utilizar a metodologia de SWOT para identificar, de fato, os quatro fatores básicos do negócio: pontos fortes, oportunidades, pontos fracos e ameaças.

A análise SWOT para e-commerce deverá ser dividia em duas etapas: a etapa de análise interna e a análise externa. Na primeira fase, deverão ser analisados e desenhados os pontos fortes e os pontos fracos da empresa.

Na segunda fase, passamos aos fatores externos, ou seja, as oportunidades que se apresentam para o negócio no mercado e as ameaças, como a concorrência ou outros problemas de diversas ordens diferentes.

Benefícios dessa análise

Primeiramente é importante entender que a análise SWOT é um processo contínuo, a ser revisitado periodicamente para melhoria constante do negócio e para proteção contra quaisquer riscos e encolhimentos.

Todavia, ela deve ser feita no planejamento inicial do negócio, com os seguintes objetivos:

  • Maximizar as forças e tirar o máximo proveito dos pontos fortes do negócio, sempre em sintonia com as oportunidades, visando melhor aproveitá-las;
  • Reduzir ao máximo as arestas dos pontos fracos, deixando o seu negócio o mínimo vulnerável perante a concorrência, os clientes e flutuações do mercado;
  • Desenvolver estratégias que minimizem as fraquezas e aumentem a possibilidade de aproveitar as oportunidades;
  • Adotar estratégias para minimizar as fraquezas e fortalecer ainda mais pontos na empresa.

Seguindo esses passos, você pode colocar o seu negócio em perspectiva ao seu próprio potencial, ao mercado e à concorrência. Vamos passar a outros pontos importantes para um e-commerce prosperar.

Apresentação online

Apenas um bom produto ou um bom serviço, infelizmente, não são suficientes. Você precisa vender uma imagem convincente no mundo online por dois motivos: fortalecimento da sua marca e credibilidade junto aos seus clientes e futuros clientes.

Um site bem desenvolvido ajuda a experiência do usuário e passa a sensação de profissionalismo, assim como uma logomarca bem-feita e descrições claras e bem informativas.

Atente-se a cada detalhe, a competição é grande.

Paciência e investimento em marketing

Você pode ter um ótimo produto com excelentes preços, mas é importante que as pessoas descubram a sua loja para realizar as primeiras vendas. Já que você não tem um ponto de venda para chamar atenção, você precisa trabalhar o marketing digital da sua loja virtual para ganhar acessos e atrair clientes.

O processo de fazer sua loja conhecida pode demorar e realizar a primeira venda pode tomar algum tempo. Isso faz com que muita gente desista antes de conseguir construir o próprio nome no mundo online e emplacar o negócio.

Raramente os resultados serão imediatos, por isso é importante investir no marketing e nas mídias digitais para vencer no e-commerce.

Planejamento financeiro

Como dito, o negócio pode levar algum tempo para emplacar, gerando mais custos que receita no começo. É importante ter um planejamento financeiro, com investimentos e verba de manutenção para o médio prazo, até que se gere maior capital circulante.

E é claro, você terá de lidar com os problemas de origem de recursos, aporte financeiro, estoque e fornecedores que todos os negócios também tem. Tenha um plano e precifique corretamente para colher os frutos quando as vendas começarem a aparecer.

 

Essas foram as dicas de planejamento para abrir o seu e-commerce e faturar alto com um comércio que só cresce. Esperamos ter ajudado. Fique ligado aqui no Blog da ACMinas para ver mais novidades sobre o comércio, gestão e cuidados para os seus negócios.

COMPARTILHAR:

COMENTÁRIOS:

Deixe o seu comentário!