Intraempreendedorismo: tudo sobre a nova tendência - Blog | ACMinas

Intraempreendedorismo: tudo sobre a nova tendência

O intraempreendedorismo é um conceito recente que tem se popularizado nos últimos tempos. Ele se caracteriza por ser uma técnica do empreendedorismo na qual os colaboradores são encorajados a agir também como empreendedores, de forma que todos se comportem e se engajem como verdadeiros donos do negócio.

Então vamos conhecer os princípios do intraempreendedorismo e os motivos pelos quais essa prática ganha tanta força, principalmente nas jovens empresas de sucesso:

Inovação na sua empresa

O intraempreendedorismo é um dos mais importantes recursos atualmente utilizados por empresas altamente competitivas. O poder de engajamento dos colaboradores é o principal propulsionador de ideias e práticas inovadoras. Nesse contexto, a mentalidade empreendedora é considerada o combustível mais poderoso para os negócios.

Manter seus funcionários interessados, engajados e longe da zona de conforto, bem como de trabalhos repetitivos e burocráticos, é a melhor forma de conseguir uma alta produtividade deles.

Conquistar o contentamento do colaborador, por sua vez, traz leveza para o ambiente da empresa e melhora a comunicação entre as equipes, levando a soluções de alto impacto tomadas em conjunto. Esse ambiente também propicia uma menor rotatividade de colaboradores.

Dê espaço para as ações

Dar liberdade aos colaboradores para agirem como donos do negócio é uma exigência do intraempreendedorismo.  Esse processo sempre deve ser acompanhado de um compromisso dos líderes e dos donos do negócio em considerarem e avaliarem as ideias desenvolvidas pelas equipes, destinando verbas para financiar os projetos internos e, de fato, colocá-los em prática. Assim, os colaboradores se sentirão valorizados e motivados.

A liberdade com esse sistema de empreendedorismo interno é a alavanca para as inovações dentro da empresa que utilizará o potencial criativo das próprias cabeças pensantes dos colaboradores, que por sua vez também ganham muito se engajando em atividades colaborativas.

É primordial que as equipes e indivíduos envolvidos sejam recompensados pelos projetos implementados com sucesso, seja por bonificações, promoção ou mesmo com uma solenidade que os homenageie perante os colegas de trabalho.

Nesse tipo de ambiente, é importante implementar uma política de participação nos resultados. Isso confirma e difunde a sensação de ser dono da empresa, não é mesmo?

A cultura do intraempreendedorismo

Para estabelecer a nova cultura, o primeiro passo deve ser dado por parte dos líderes da marca, ao reconhecer a importância de dar aos colaboradores a sensação de serem também donos da empresa e de tratá-la como verdadeiro patrimônio deles.

Assim, deve-se reforçar a oportunidade de inovar e a necessidade que as empresas têm de se reinventarem para serem competitivas e saudáveis.

Alguns passos podem ser seguidos para o estabelecimento dessa nova maneira de funcionar, afinal, para inovar é necessário incentivar. Confira!

1 – Delegue. Se você deseja que os colaboradores se sintam donos da empresa, é importante delegar funções e decisões e dar autonomia para eles. Assim, a sensação de também ser dono da empresa finalmente será real, e a motivação nas ações será muito mais poderosa.

2 – Divida os desafios e também as recompensas: se você deseja uma guinada ou uma transformação 360 graus na sua empresa, por exemplo, vai precisar do envolvimento de todos os setores, por isso, reparta os desafios entre eles. Posteriormente, quando as mudanças e os resultados vierem, é importante que as equipes se sintam recompensadas.

3 – Seja realista quanto às metas. Afinal, intraempreendedorismo é pautado pela realidade. Mas seja ambicioso ao mesmo tempo, sonhe alto. É importante que o gestor faça com que cada colaborador entenda a importância do seu trabalho e tenha metas factíveis em relação às suas possibilidades.

4 – Crie um dashboard (painel) de ideias para tornar a gestão dos processos mais tangíveis. Instale um mural ou um totem central que chame atenção e possa ser preenchido com as ideias, esboços, projetos e sonhos dos colaboradores. Dali podem sair as melhores e mais frutíferas modificações que a empresa precisa.

Esses são os passos primordiais e o esboço do que você precisa para implementar a cultura do intraempreendedorismo na sua empresa. Esperamos que seja de ajuda para você e que sua empresa e sua equipe alcancem excelentes resultados com essa prática!

COMPARTILHAR:

COMENTÁRIOS:

Deixe o seu comentário!