COMO COMEÇAR O ANO COM O PÉ DIREITO!

A passagem de ano reacende a chama dos sonhos e a vontade de mudança nas pessoas, não é verdade? O ditado “ano novo, vida nova” não existe por acaso. De fato, as pessoas acreditam que essa virada pode significar uma mudança de comportamento, trazer sorte, boas energias e ajudar a iniciar uma melhoria de vida. Mas e nos negócios?

Ano novo e vida nova no seu negócio

É claro que você pode aproveitar a virada do calendário para gerar mudanças reais, mas elas vão depender de reflexão, dedicação e de um verdadeiro plano de metas para adentrar o ano novo. Caso contrário, serão apenas mais promessas e planos vazios.

Assim, é importante aproveitar a passagem de ano para uma profunda reflexão e análise acerca dos rumos dos seus negócios, com avaliação criteriosa e uma reorganização completa para começar 2018 com o pé direito.

As empresas com um modelo de gestão consolidado costumam já ter um plano estratégico e de orçamento para o ano seguinte estabelecido com antecedência, o que as ajuda a começar  o ano com a casa em ordem.

Mas, se sua empresa estiver no caminho oposto, não há tempo a perder.

Por onde iniciar as mudanças?

O primeiro passo é fazer o cálculo dos demonstrativos da sua empresa. É por meio deles que você vai realizar suas análises e planejamentos.

Embora exista uma variação de acordo com o segmento e o tamanho da empresa, você pode tomar por base 80% do valor das despesas em relação a 100% das receitas brutas para ter uma margem financeira minimamente segura.

O importante é definir um parâmetro de comparação para nortear as ações do próximo ano e propor melhorias, independentemente do fato de que os resultados já sejam os desejados ou se há necessidade de avanços.

As informações para trabalhar

Se a sua empresa não dispor de informações para estes levantamentos, e isso é muito comum, este é o momento para ponderar sobre a forma de gestão do negócio.

Nesse caso, a primeira mudança que você precisa executar é criar mecanismos que formulem registros orientados para gerar informações operacionais e financeiras sobre a empresa.

Se você ainda não sabe como gerir o patrimônio da sua empresa, fazer um controle de caixa adequado e não tem noção dos ativos e passivos do seu negócio, esse texto aqui foi feito para você! Aprenda a contabilizar seu patrimônio e gerir seus gastos para manter um controle financeiro sobre a sua empresa.

 

Colocando todo o negócio em perspectiva

O importante é colocar todo o negócio em perspectiva. A saúde financeira de uma empresa é consequência da eficácia da atividade operacional.

Todas as áreas devem estar bem alinhadas e estruturadas para que reflitam positivamente nos resultados financeiros. Faça uma análise sobre cada uma das áreas da sua organização e considere as mudanças cabíveis e necessárias para que cada setor esteja contribuindo positivamente.

É preciso avaliar profundamente as áreas que compõem os pilares de qualquer negócio: mercado, produto e infraestrutura. Se um desses pilares não vai bem, o negócio está em risco.

Busque informações relacionadas ao segmento no qual a empresa está inserida. Fazer um estudo sobre o motivo que leva um consumidor a preferir um concorrente, mesmo que ele tenha preço maior, por exemplo.

Conhecer o cliente é determinante. Avalie também o posicionamento da empresa em relação ao preço, localização e qualidade do atendimento.

Avaliação de processos para deixar a empresa mais competitiva

Em paralelo, é preciso avaliar o processo de manufatura do seu produto ou de realização do seu serviço.

Nesse ponto, o objetivo final é oferecer um produto ou serviço de qualidade com gastos otimizados. Para isso, além de conhecimento técnico, é preciso aplicar conhecimentos de gestão de materiais e logística. Disponibilizamos algumas dicas para otimizar a produção e o tempo de trabalho da sua equipe aqui.

Quanto à infraestrutura, é importante avaliar questões sobre a equipe, o clima no ambiente de trabalho, processos e metodologias, controles operacionais e financeiros, organização de recursos e espaços, equipamentos e estrutura física adequados, metodologias e sistemas de informação.

Essas tarefas provavelmente vão consumir mais que algumas semanas do começo de ano, mas esse planejamento vai permitir os reajustes necessários para operar 2018 com uma perspectiva completamente nova.

Se toda a atividade operacional estiver equilibrada, os reflexos nos resultados financeiros serão favoráveis, o que abre a possibilidade para investimentos futuros buscando o crescimento sustentável da empresa. A melhor dica de ano novo é “foco no resultado”.

O momento da passagem

A reflexão é válida para aquelas empresas que tiveram bons resultados no ano que termina, mesmo em épocas de crise. Para aquelas que tiveram resultados aquém do desejado, esses estudos e ajustes são imprescindíveis.

A passagem de ano é conhecida como um tempo de renovar, portanto, não tenha medo de abraçar o novo e dar uma guinada no seu negócio.

A ACMinas, em parceria com a Viper Gestão Empresarial, oferece um programa de gestão empresarial que visa proporcionar aos participantes diversos conhecimentos e novidades que propiciem uma melhoria significativa na gerência de processos internos.

Conheça os módulos do programa!

COMPARTILHAR:

COMENTÁRIOS:

Deixe o seu comentário!